11
Fev 10

O maior sonho da minha vida, mais do que a Medicina, mais do que o ramo da Saúde...sempre foi conseguir ter uma família enorme!

Conseguir ter 3 filhos no mínimo. E ter a enorme responsabilidade de os educar.

Posso dizer que o meu grande objectivo de vida é ser uma boa mãe.


Contudo, estou desiludida com as crianças de hoje em dia. E mais que, isso preocupada. Preocupada a pensar na dificil tarefa que vai ser educar os meus filhos neste mundo.


Tive uma infância fantástica. Feliz, rodeada de pessoas lindas e de amigos únicos. Mas acima de tudo, tive uma grande educação. Uma educação em que a responsabilidade foi sempre uma constante.

Cresci a aprender a ser responsável: a ir à mercearia da rua comprar o pão e levar o troco certo para casa; ir levar recados e não me enganar no que ia dizer; chegava a casa, lanchava e ia fazer os trabalhos de casa, bem feitos, para depois, sim, ir brincar.

Sou do tempo de brincar às apanhadas, de ir andar de patins e de bicicleta com os meus vizinhos. E queria, num sonho muito meu, dar isso também aos meus fihos. Apesar de neste momento,saber que isso é quase impossível.

Agora, vou exigir que sejam responsáveis. Que tenham a liberdade aliada à responsabilidade, porque só assim se cresce. Sempre tive a minha liberdade mas o peso da responsabilidade estava lá. Sabia que ao mínimo erro, assim que traísse a confiança, perdia-a.

 

As crianças de hoje são totalmente diferentes. O desenvolvimento ganho cada vez mais cedo, em vez de usado para uma aprendizagem melhor, para um ganho mais precoce de cultura, é utilizado para aprender a jogar Computador, a mexer em Telemóveis ou a jogar Playstation. E iso seri aútil se os jogos fossem didácticos. O problema é: as meninas só querem jogos de moda e maquilhagem e os meninos jogos de guerra e luta!

Afinal, que merd@ de geração se vai criar? Bichos que não sabem o que é brincar em conjunto e só sabem o significado de "TV", "PC". e "PS3"??

 

Não vou admitir falta de educação ou responsabilidade. Não vou. E não vou ter problemas nenhuns em dizer "Não!". Porque eu também ouvi muitos e foi isso que me fez dar valor ao que tinha e a lutar para conseguir o que desejava.

Não vou ter problemas em os pôr de castigo só para  os não ver chorar... talvez doa como mãe ver os meus filhos chorar, mas vale mais chorarem enquanto crianças para depois se tornarem em adultos responsáveis e educados.



Desculpem o desabafo. Do alto dos meus 19 anos estou bem longe de passar por uma gravidez. Contudo, estou mesmo desiludida.




/Lara/


06
Nov 08

Quando te conheci, eras pequenina. Uma menina tão linda, que todos admiravam, mas tão inocente. Tinhas pouco mais que 3anos. Eras ainda uma bebé.

 

Mas cresceste.

 

Hoje, completas os teus 7aninhos. E esse brilhozinho que tens nos olhos...é único.

És a minha pequenina. És a nossa menina.

E desejo-te as maiores felicidades do mundo, minha pirilampo xD*

Espero que daqui a uns anos (ou mesmo hoje, se o mano ler! xP) possas saber que isto foi feito para ti. Por ti.

Porque mereces. Porque és uma menina única que irradia alegria, beleza, transparência, humildade... fantasticidade!

 

Custa tanto não estar aí hoje para te ir buscar à escola e dar-te um daqueles nossos abraços e receber um beijinhos daqueles que só tu sabes dar... E custa tanto não poder dizer-te tudo isto pessoalmente... Dói tanto não ver esses olhos brilhantes a sorrir para mim... E magoa ainda mais não estar contigo neste dia tão importante para ti, do qual andas a falar há tanto tempo...

Mas a Lara vai para aí logo logo!!!! E depois vai dar-te muitos beijinhos siiim?!  =')

 

És a minha Narizinho. E vais sê-lo para sempre. Porque és a minha bebé! A minha borbOleta para semPre!

 

AdOro-te! Imensamente muitO! =')

 

 

 

/Lara/

 

rabiscado por Lara às 00:00
um pOuco: com saudades...

27
Jun 08

Um frenesim de cores, sabores e sensações.

Oiço um sorriso contagiante. Sei que apenas pode pertencer a uma criança; só elas têm ainda a inocência precisa para sorrir assim, como se acreditassem no mundo em que vivem, como se tudo à sua volta fosse perfeito.

Depois, apercebo-me que apenas ela sorri. Os mais velhos, esses, olham tudo o que os rodeia desconfiados, ignorando a felicidade daquela criança. Não dizem que elas (as crianças!) são o melhor do mundo? Então porquê tanto desprezo perante a sua felicidade? Só porque elas ainda acreditam que mundo é um lugar bonito, perfeito, justo? Alguém tem que manter a chama da esperança viva...

A panóplia de sensações que me invade faz-me entender que quero voltar a sorrir. Quero voltar a acreditar no nosso mundo. Quero voltar a ser criança sem o ser...

"In any other world
You could tell the difference
And let it all unfurl
Into broken remenance

Smile like you mean it
And let youreself let go"

/Lara/

rabiscado por Lara às 20:18
neste momento....: Any other world

Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Nós...
Daisypath Anniversary Years Ticker
quanTos me viSitam* xD
Free Web Counters
Free Counter
o que queRes descObrir?!
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

xD
Os Posts mais rabiscados*
blogs SAPO