09
Ago 10

Se daqui a alguns anos me perguntarem quais são as referências de vida que tenho, irei certamente responder quatro pessoas: a minha mãe, a Guida e os meus avós maternos. E hoje, pela primeira vez, vou falar deles aqui.

Eles são tudo aquilo que eu admiro. A força, a garra, a preserverança de lutar por uma vida melhor e de dar aos quatro filhos aquilo que eles não puderam ter.

A minha avó é alegre, extremamente divertida, trabalhadora, completamente obcecada por limpeza e arrumação, doce, carinhosa, minha amiga, honesta, bondosa...a minha avó é tudo isto e muito mais. Faz tudo pelos filhos e pelos netos e sofre de cada vez que nos vê vir embora, embora estejamos a 10minutos de casa dela.

O meu avô é o típico avô babado, super brincalhão, que está sempre no gozo. Passei horas a fio com ele a jogar às cartas, tendo ele paciência para estar acordado comigo quando eu não queria dormir.

Eles são a minha referência. E sei que, quando por qualquer razão, já não os tiver aqui, vou sofrer muito. Vou sentir um vazio muito grande na minha vida. Porque não há um único fim-de-semana que eu venha a casa que eu consiga ir embora sem ir lá a casa dar-lhes um beijinho enorme e ver que eles estão bem. E quando não posso vir ( e mesmo quando venho) estou sempre a ligar-lhes. Porque tenho medo...medo que perca os seus últimos momentos. Medo de me arrpender de poder ter estado mais tempo com eles e ter desperdiçado esse mesmo tempo com coisas fúteis, sem importância.

A minha infância foi em parte passada com eles, as minhas férias de verão foram lá passadas, entre brincadeiras com os meus primos e o andar descalça na terra a regar o jardim. Poque é disto que a minha infância foi feita: simplicidade, alegria, sorrisos e tanto mas tanto amor.

Adoro ver a minha avó a contar-me as suas histórias, adoro ver que ela não se deixa apanhar pelo tempo e que está sempre actualizada em relação à última moda, ao país, ao mundo.

Eles são o que eu quero ser; quero muito que, quando for avó, tanto os meus filhos como os meus netos tenham tanto orgulho em mim como nós temos neles. Porque souberam educar quatro filhos lindamente, e todos os amam de uma forma incrivelmente fantástica e única. E, depois, souberam ser uns avós fantásticos para os três netos que têm.

 

Amo-os muito. E sei que se sou aquilo que sou, eles têm uma quota-parte nisso...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[São lindos ou não são? ]

 

/Lara/

rabiscado por Lara às 16:16
neste momento....: Just Breath - Pearl Jam
tags: ,

30
Jun 10

"In downtown
People know my name
But somehow when they call it doesn't sound the same
Stupid words,
No,they cannot brake my heart
'cause I didn't listen from the start

 

If you wanna say stuff about me
If you wanna say, do it to my face
'cause everytime i see the world go round
I know you will never ever bring me down
Do it to my face, do it to my face now"

 

 

Há uns anos atrás, talvez um pouco antes de namorar com o M., afectava-me o que as pessoas diziam de mim. Sentia-me triste e achava que podia ser uma pessoa de que todos gostassem, não percebendo a utopia do meu pedido...Doce Inocência própria da Infância.

Hoje, passados 5anos, é tudo bem diferente. Não me importa minimamente o que possam pensar de mim, estou-me nas tintas para o que possam dizer... Interessa-me sim sentir-me bem comigo própria e com as pessoas que mais amo. Os outros, só gosta quem quer e quem eu quero que goste xD

Mas uma coisa é certa: se for para falar mal, que seja à minha frente. Porque se há coisa que odeio, é cinismo e não tenho a mínima paciência para pessoas que são todas sorrisos ao pé de mim e mal eu viro costas me tratam mal. Isso é que não.

Conclusão de tudo isto: o namoro com o M. fez-me entender que eu sou importante tal como sou para as pessoas que me merecem e que eu mereço... :)

 

O amor faz bem à alma xD  @@@

 

 

 

/Lara/

rabiscado por Lara às 21:15
neste momento....: Fingertips - Do It
tags: , ,

29
Jun 10

"Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir

 

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir

 

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar

 

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar"

 

 

 

Ao som desta música reflicto. Sobre o que tenho. Sobre o que quero. Sobre o que posso perder.

E sim, eu sei que não devemos deixar que o medo se apodere de nós e nos impeça de ser felizes pelo receio.

Mas sim, tenho medo. Muito medo. Medo de os perder. Aqueles que são tão essenciais para mim. Não sei de que forma irei aguentar quando tiver que enfrentar uessa situação outra vez....

Já o tive de fazer, há oito anos atrás. E posso dizer que foi o pior dia da minha vida. Não sei se estou preparada para que isso aconteça de novo.

E o M....sei que é o tal. Não me perguntem como, não me digam que aos 20anos não sei.... porque eu simplesmente sinto.

Sinto que todo este amor é único. Que realmente o guardei para ele, que é exclusivo...seja isso bom ou mau.

 

Sinto que serei sempre dele.

 

 

/Lara/

rabiscado por Lara às 00:06
neste momento....: Nando Reis e Ana Cañas - "Pra Você guardei o amor"

26
Jun 10

Bom. Há uns bons tempos que não falo qui do M.

Fizemos há poucos dias 5anos e 2meses. E não, não continua a ser mais do mesmo.

Por incrível que pareça a nossa relação continua a crescer.... Continuamos a surpeendernos a cada dia que passa. E isso é tão saudável e tão bom que só faz querer mais...

 

O próximo ano avizinha-se de muitas mudanças mas quando tiver certeza conto tudo.

Ah! Ao fim de mais de 5anos...decidimos usar aliança de compromisso. Sempre foi algo que nunca fizemos grande questão, mas agora pensámos e falámos nisso...e até gostámos da ideia. Decidimos comprar nos 5anos e meio... ;) Daqui a uns dias vou ver de algumas para ir pensando no que quero...* Se tiverem sugestões, agradeço!

 

 

 

/Lara/


28
Abr 10

"Um dia

 

 

olho-te nos olhos

 

e digo que te amo"

 

 

 

Quantas vezes mais é preciso? ;D

 

Já tantas saudades. E a semana está a ser do mais cansativa possível. Entre trabalhos e frequências, a paciência começa a chegar ao limite e os 15dias longe  de casa começam a doer.

Quero ir.

 

 

 

 

/Lara/


25
Abr 10

E hoje...o dia foi nosso.

Um passeio até Belém fez revigorar as nossas energias.

O orgulho de um passado tão próspero  fez-me querer continuar a lutar por mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste 25 de Abril, comemorei. Não só a liberdade (e tão importante que ela é!), como o amor. O verdadeiro.

 

 

 

Hoje, agradeci por tudo o que tenho. Por tudo o que já pude disfrutar. Por tudo aquilo que virá...

 

 

"Driving in a fast car
Trying to get somewhere
Don´t know where I´m going
But i gotta get there

(...)

 

I'm singing for someone
Someone like you
Tú, dime a quién le cantas
'Cause there's something about you that
Speaks to my heart
Speaks to my soul
I'm singing for someone
Sorta like you
Yo canto para alguien
Someone like you, someone like me
Sólo como tú, oh, my sister
Todo el mundo va buscando ese lugar
Looking for paradise
Oh oh oh oh"


 

 

 

/Lara/

rabiscado por Lara às 19:24
um pOuco: feliZ!
neste momento....: Alejandro Sanz/Alicia Keys - Looking for Paradise

19
Abr 10

Dizem que a paixão não é eterna. Que o amor pode ficar mas que "aquele fogo", aquela sensação de "borboletas na barriga", desaparece ao fim de algum do tempo.

Peço perdão se me acho mais que os outros, mas no meu caso NÃO! ;D

Hoje, faz 5anos que tudo começou, que as borboletas sairam do seu casulo e começaram a dar os seus primeiros voos. A paixão, essa, já tinha começado há umas semanas...mas perdura até hoje.

Se é fácil? Claro que não. Seria hipócrita se dissesse que sim. Não é fácil conseguir manter esta sensção por 5anos. Mas quando se quer muito uma coisa, consegue-se. E quando são os dois a querer, corre tudo muito melhor.

 

É óbvio que há discussões, um pouco de desilusão, mas a alegria, a felicidade, a paixão, a amizade, o carinho, o AMOR superam tudo. Tudo mesmo.

Hoje, ao olhar para trás, percebo que estes 5anos se tornaram muito mais fáceis com ele ao meu lado. As saudades da G. foram-se atenuando, os problemas foram tendo menos importância...porque ele estava lá. Estava ali para mim, nunca me deixou sozinha, desamparada. Esteve lá quando foi preciso.

 

É isto que nos torna especiais. O carinho e o respeito que temos um pelo outro. O amor que sentimos cresce a cada dia que passa, e a certeza de um futuro em comum vai ganhando forma.

Amo-te. Assim mais que muito.

@

[Parabéns duplamente meu amor, 19 anos hoje! ;D]

 

 

 

"Go ahead and say goodbye
I'll be alright
Go ahead and make me cry
I'll be alright
And when you need a place to run to
For better for worse
I got you
I got you

 

Ain't falling apart, or bitter
Let's be bigger than that and remember
The pulling out don''t mean you're all alone
We'll both on survive it
No drama, no need for a show
Just wanna say
I got you"

 

 

/Lara/


27
Mar 10

Feliz. De férias. E contente.

 

 

"Amo-te mais do que apenas mais um dia"

Eunice Muñoz, "O ano do Pensamento Mágico"

 

 

 

 

/Lara/


23
Jan 10

Sim...talvez erre. Talvez erre ao amar demasiado esta pessoa e fazer qualquer coisa por ela.

E talvez erre por levar esta amizade de uma foma tão especial...tão nossa.


Mas quero o amor e a amizade em conjunto. Não posso viver sem os dois em harmonia. Não consigo viver só com um deles.


Talvez penses o contrário, mas só serei feliz assim. Ao teu lado.


"I've got a right to be wrong
I've been held down too long
I've got to break free
So I can finally breathe
i`ve got a right to be wrong
Got to sing my own song
I might be singing out of key
But it sure feels good to me
Got a right to be wrong
So just leave me alone"



/Lara/


26
Nov 09

"Step one you say we need to talk
He walks you say sit down it's just a talk
He smiles politely back at you
You stare politely right on through
Some sort of window to your right
As he goes left and you stay right
Between the lines of fear and blame
And you begin to wonder why you came


Where did I go wrong, I lost a friend
Somewhere along in the bitterness
I would have stayed up with you all night
Had I known how to save a life."

 

 

Preciso. Preciso de alguém que me tire daqui. Que me tire deste sufoco. Que me faça sorrir. Preciso de alguém que me leve para bem longe.


Preciso de ti. Preciso que repares que eu estou a precisar de ti.





/Lara/

rabiscado por Lara às 08:59
neste momento....: The Fray - How to Save a Life

Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Nós...
Daisypath Anniversary Years Ticker
quanTos me viSitam* xD
Free Web Counters
Free Counter
o que queRes descObrir?!
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

xD
Os Posts mais rabiscados*
11 comentários
10 comentários
9 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
blogs SAPO